Somos Oxford!


Soul Bilíngue recebe apoio e adota metodologia Oxford de ensino

A partir deste ano, todos os jovens atendidos pela Soul Bilíngue, ex-alunos da rede pública de ensino, aprenderão inglês com materiais e conteúdo da Oxford University Press, líder global no segmento de publicações de materiais de ensino da língua inglesa (ELT). A instituição passou a adotar a metodologia após receber apoio da Oxford Press com todos os livros digitais da coleção American English File. O programa Soul como um todo, incluindo as aulas de inglês, não tem custo aos jovens atendidos.


A Oxford University Press é um departamento da universidade de Oxford. Considerada no mundo todo como a “Casa da Língua Inglesa” pelos seus famosos dicionários, a Oxford publica materiais para o ensino e a aprendizagem de inglês para todas as idades e nível de conhecimento. De acordo com informações do próprio site da instituição, os materiais da Oxford passam por um rigoroso processo de desenvolvimento e são submetidos a um rígido controle de qualidade e aprovação pela Universidade de Oxford, na Inglaterra.


Para Vinicius Lameirão, professor de inglês na Soul Bilíngue, a nova estrutura de ensino com os materiais da Oxford facilita bastante a comunicação em sala de aula, sobretudo na parte de suporte ao professor. “Agora os alunos contam com atividades extras complementares e a comunicação deles conosco fica ainda mais fácil. Sem contar que o professor tem suporte com os livros e muitas sugestões de dinâmica em sala de aula. É um material muito bom e completo”, conta Lameirão.


A estudante Aline Moreira Gonçalves, de 26 anos, está no nível iniciante de inglês na Soul Bilíngue e conta estar gostando muito do conteúdo apresentado pela instituição. “Estou gostando muito das aulas e da metodologia, também do jeito que o professor nos dá a aula. O ensino na Soul é de muita qualidade e o professor deixa a gente muito à vontade, nos motivando a aprender”, contou ela. Aline mora em Guarulhos, São Paulo.


“Os materiais que a Soul apresenta são bastante didáticos e interativos. Consigo revisá-los depois da aula, são muito bacanas”, disse a estudante Júlia Rocha Archilla, 22.

165 visualizações0 comentário