top of page

Vou para o exterior e preciso comprar moeda estrangeira: como saber quanto a operação vai custar?

Produzido por B2Gether


Quando a gente vai viajar para outro país e precisa comprar moeda estrangeira, nossa primeira atitude é pesquisar a cotação do dia no Google ou em algum portal econômico, não é verdade?




Mas o que muitas pessoas não sabem é que os valores informados por esses buscadores e sites não representam, necessariamente, o preço final pago na compra da moeda do destino da viagem.


Como assim?


Acontece que uma operação de câmbio é composta por um conjunto de custos. O preço da moeda estrangeira, que nada mais é do que a taxa de câmbio, representa apenas um deles.


No momento em que você compra moeda em espécie ou carrega o seu cartão pré-pago para fazer a viagem internacional, há outros valores embutidos na transação, como, por exemplo, o IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) e a tarifa (spread) cobrada pela instituição financeira.


Como saber, então, quanto vou pagar ao todo na compra de moeda estrangeira?


A forma de saber o quanto a sua operação de câmbio vai realmente custar é consultando o Valor Efetivo Total (VET) dela. Toda vez que você faz uma transação internacional, as instituições financeiras devem informar o VET.


Por isso, quando você for cotar o preço da moeda, é importante saber também o custo total para efetivar a operação. Para quem pretende economizar na aquisição de moeda estrangeira, o melhor caminho consiste em entrar em contato com diferentes bancos e corretoras para solicitar a cotação. Assim, é possível comparar os VETs.


“Puxa vida, mas ter que ligar para diferentes bancos pode dar muito trabalho. Não há uma forma mais prática?”, você deve estar se perguntando.


Uma outra maneira de consultar o Valor Efetivo Total sem ter o trabalho de contatar diferentes instituições financeiras é acessando o ranking do VET, disponibilizado pelo Banco Central.


A página apresenta o VET médio praticado a cada mês pelas empresas financeiras autorizadas a operar no Brasil.


A partir das informações desse ranking, você consegue consultar as instituições que vêm praticando, em média, o Valor Efetivo Total mais competitivo e atrativo do mercado nos últimos meses.


No entanto, apesar de ser muito válida e amplamente utilizada, essa opção tem o defeito de mostrar apenas os valores passados, o que pode ser ineficaz, considerando que a taxa cambial muda a cada segundo.


Ainda assim, a ferramenta é um ótimo parâmetro para você saber quais instituições têm praticado os valores mais vantajosos.


Clientes B2Gether contam com suporte para cotações


Clientes que contam com o suporte da B2Gether — como é o caso dos embaixadores e alunos da Soul Bilíngue — têm mais facilidade de conseguir a informação sobre o VET. Isso porque a empresa tem parceria com diferentes instituições financeiras e oferece o serviço de intermediação cambial.


Além do mais, a B2Gether sempre busca reduzir as tarifas (spreads cambiais) cobradas nas transações, o que acaba, por consequência, diminuindo também o valor final da operação.


Sabemos que comprar moeda estrangeira mais valorizada que o real (como é o caso do dólar, do euro e da libra esterlina, por exemplo) não é nada barato. Por isso, sempre aconselhamos nossos clientes a buscarem todas as formas de economia, que incluem:


  • Planejamento para estimar um valor aproximado de quanto será necessário levar para a viagem internacional, evitando comprar valores muito superiores ou inferiores ao ideal;

  • Comprar a moeda aos poucos até o momento da viagem, conseguindo, assim, um valor médio diante das oscilações do mercado de câmbio;

  • Buscar informações na mídia sobre o cenário internacional e acompanhar as cotações diariamente;

  • Não comprar moeda em aeroportos, pois as taxas cobradas são muito superiores; e, por fim

  • Pesquisar as cotações (incluindo o Valor Efetivo Total) em diferentes instituições financeiras (desde que sejam seguras e sejam autorizadas pelo Banco Central).


Caso você queira saber mais, acesse nosso artigo sobre o que é Valor Efetivo Total (VET) e como calculá-lo. Nele, mostramos exemplos práticos, simulamos valores e situações, o que acaba facilitando bastante na compreensão do assunto.


Abraços e até a próxima.


161 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page