Filha de imigrantes bolivianos realiza sonho do intercâmbio com a Soul Bilíngue

Jaqueline Cuevas viajará pela primeira vez de avião com destino a Londres, na Inglaterra

Líder comunitária, estudante de relações públicas e jovem embaixadora da Soul Bilíngue são alguns dos vários atributos de Jaqueline Cuevas, de 23 anos, próxima intercambista da ONG. Ela foi aluna do segundo semestre de 2020 e ficou em primeiro lugar no ranking dos estudantes da edição. Na próxima quinta-feira (29), ela embarca para Londres, na Inglaterra, para quatro semanas de imersão no inglês na escola parceira English Path.


De Ferraz de Vasconcelos, em São Paulo, Jaqueline é filha dos imigrantes bolivianos, Wilma Cuevas Velasques e Adolfo Valencio Cortes. A jovem sabe falar dois idiomas; português e espanhol e está em busca de se tornar fluente no inglês. Realizar o intercâmbio é um sonho antigo, mas estava fora da realidade de Jaqueline.


Há dois anos, ela encontrou na Soul Bilíngue a oportunidade de aprender inglês e realizar o tão sonhado intercâmbio. Classificada como primeira no ranking da organização, Jaqueline conta que sempre foi competitiva e que ganhar a bolsa de estudos foi seu objetivo desde que entrou no programa.


“Na Soul Bilíngue, vi um caminho onde poderia de fato aprender inglês e realizar um intercâmbio. Então já entrei bastante confiante em dar o meu melhor para conseguir ambas as coisas”, diz a jovem.


Embora toda dedicação de Jaqueline tenha resultado em sua bolsa de estudos em Londres, ela conta que na iniciativa social ela aprendeu a confiar em si mesma e ter resiliência para superar momentos difíceis.


“Durante minha participação no programa, meu pai faleceu. Foi um choque muito grande, mas eu percebi que fui forte até o final e não me entreguei. Eu tive bastante apoio da Soul nesse momento, no grupo de acolhimento emocional, e tive ajuda psicológica para lidar com o luto”, diz Jaqueline.


Ela é a mais nova entre os quatro irmãos. Quando a estudante soube da notícia de que foi uma das contempladas com bolsa de intercâmbio pela ONG, foi um choque para a mãe aceitar a possibilidade da filha viajar pela primeira vez de avião sozinha. “Minha mãe ficou preocupada no início mas, depois que conversou com o time da Soul Bilíngue, está mais aliviada. Estamos todos ansiosos para o embarque”, afirma Jaqueline, que deseja visitar também a Irlanda e a França nesse período fora.


Além de estudar Relações Públicas na Universidade de São Paulo, Jaqueline também é líder comunitária do #TMJ Pela Educação — Projeto social em Ferraz de Vasconcelos que tem como objetivo informar e transformar a visão dos estudantes da escola pública com rodas de conversas.


Com o intercâmbio, ela espera ampliar sua iniciativa social e impactar mais jovens da sua comunidade depois da experiência internacional na Inglaterra.






98 visualizações0 comentário