top of page

Programa Soul Bilíngue começa este sábado, com 371 students

Pretos ou pardos (70%) e mulheres (69%) são maioria; Do total de alunos 42% são da região Norte





Pretos e pardos são sete de cada dez estudantes que iniciam o programa da Soul Bilíngue neste sábado (28/01). Ao todo, 371 pessoas do Norte, Nordeste e Sudeste estudarão na ONG por mais de 20 semanas focados em evoluir no inglês e em conquistar uma das bolsas para estudar fora do Brasil por pelo menos três semanas. O número de mulheres também é alto: 69%.


Em termos demográficos, a maioria dos alunos, 159 (42,8%), é do Norte, região que está sendo atendida pela organização social com o apoio da Embaixada dos Estados Unidos em Brasília. Acre, com 49 alunos, e Tocantins, com 38, são os estados nortistas com a maior quantidade de pessoas. Logo atrás vêm o Sudeste, com (41,7%) e Nordeste (15,3%) completam a lista.


Comemoração

A lista com os candidatos aprovados foi divulgada nesta quarta-feira (25/01) e gerou muita comoção nas redes sociais. Para tornarem-se estudantes da organização social, os 1.183 candidatos que inscreveram-se para o processo seletivo tiveram de passar por um processo seletivo que mediu, desde já, o comprometimento deles com o programa.


“Aprovadíssimaaaa. Me aguentem porque agora vou speak english”, foi o comentário da Maria Gabriela (@mabigabi_) em seu storie no Instagram, mesma rede social em que a karen Larissa Alcântara (@alcantar4_) compartilhou a alegria dizendo: “mais uma oportunidade que alcancei. Soul student”.


O programa

O programa Soul Bilíngue é gratuito e 100% online. Possui aulas semanais, aos sábados, mentorias individuais com uma rede de voluntários proficientes no inglês espalhados pelo mundo e dezenas de psicólogos a postos para oferecer acolhimento emocional e provocar reflexões sobre ansiedade, frustração e coisas do dia a dia.


Sobre

A Soul Bilíngue foi fundada em 2018, pela jornalista Ariane Noronha. Ela criou a ONG após voltar de um programa de intercâmbio de um ano e meio nos Estados Unidos. O objetivo principal da iniciativa social é levar os jovens de periferia e ex-alunos de escolas públicas brasileiras para o mundo.

106 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page