ONG reúne 50 psicólogos voluntários para atender jovens da periferia e conscientizar sobre Setembro

Ações vão reforçar a importância do atendimento de cerca de 300 adolescentes


A Soul Bilíngue, organização de impacto social de São Paulo que democratiza o acesso internacional a pessoas de baixa renda, reúne 50 psicólogos voluntários de diversas localidades do Brasil para atendimento gratuito a mais de 300 jovens da periferia de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Ceará e Bahia, impactados pela COVID-19.


Além de imersão de inglês e possibilidade de bolsas de estudo para fora do país a jovens de periferia, a ONG realiza neste mês algumas ações e eventos com todos os profissionais de psicologia e jovens de periferia atendidos pela instituição para falar sobre “Setembro Amarelo”, mês de prevenção ao suicídio.


De acordo com Luciane Torigoe, psicóloga coordenadora da iniciativa, desde o início da pandemia a Soul percebeu a necessidade de oferecer além da imersão de inglês gratuita, com duração de seis meses, o atendimento psicológico. “A saúde mental sempre foi pauta nos tópicos da Soul Bilíngue que, desde sempre, se mostrou solo fértil para discussões sobre questões psicológicas. Isso também é uma forma de cuidar do nosso aluno”, explica Luciane.


Entre os temas mais trabalhados nos encontros com os jovens estão frustração, autocobrança, ansiedade, depressão, apoio familiar e autoconhecimento. Durante o Setembro Amarelo, a Soul lançou três episódios de uma minissérie com psicólogos abordando questões importantes como o diálogo com familiares e amigos e o diagnóstico precoce. Dois deles já podem ser acessados no Instagram @soulbilingue.

18 visualizações0 comentário