O acolhimento emocional ao jovem dentro da Soul Bilíngue

Por Luciane Torigoe


Bom, meu nome é Luciane Torigoe, mas aqui na Soul Bilíngue eu sou a Lu Torigoe! Sou psicóloga - em breve psicopedagoga - tenho 29 anos e atualmente coordeno o time de counselors nesta instituição social.

“Counselor” é um termo em inglês concedido a uma pessoa preparada para orientações pessoais, sociais e psicológicas. Na Soul, o grupo de counselors é composto por voluntários psicólogos e estudantes do último ano de psicologia, que estão espalhados em diversas regiões do Brasil e até do mundo. Hoje nossa rede tem mais de 30 profissionais voluntários!


Costumo dizer que a importância da saúde mental sempre foi pauta nos tópicos da Soul Bilingue que desde sempre se mostrou solo fértil para discussões sobre questões psicológicas. Isso também é uma forma de cuidar do nosso aluno. A Soul olha para isso com carinho desde a sua fundação.


O trabalho do counselor consiste na abordagem de temas pertinentes às situações que o aluno vive dentro e fora do programa em encontros de grupos reduzidos. Os temas são elaborados pela equipe da Soul e variam desde autoconhecimento, empatia, comprometimento... até relações familiares, expectativas do futuro, ansiedade e depressão.




A propósito, a depressão afeta 11,5 milhões de brasileiros, segundo dados de 2015 da Organização Mundial da Saúde (OMS), sendo as classes C e D mais vulneráveis à depressão. Ou seja, é justamente o público atendido pela Soul Bilíngue.


Mesmo que de forma online, tendo como principal desafio uma boa qualidade de conexão, o espaço com o Counselor é aquele em que o jovem debate temas pertinentes, compartilha situações em comum e, em alguns casos, recebe atendimento individualizado com um dos nossos profissionais voluntários.

O Counselor tem a autonomia de construir o encontro de acordo com a sua experiência e conhecimentos pessoais. Nós respeitamos cada psicólogo que se junta a nós, assim como a sua singularidade e forma de trabalho.


Nunca pensei que seria capaz de liderar uma equipe com tantos profissionais e nossa primeira experiência nessa modalidade de voluntariado foi em 2020. Foi um período de construção e de muito aprendizado. Eles foram incríveis comigo, com a Soul Bilíngue e principalmente com os alunos! Descobri que existem pessoas incríveis e que a vontade de fazer nossos jovens voarem alto estava presente em cada psicólogo, mesmo que eles ainda não se conhecessem. Fiquei imensamente feliz.


E assim, fui “picada” pelo bichinho dos desafios! Todos os resultados da instituição até aqui mostram o quanto a Soul Bilíngue está crescendo e o quanto a preocupação com nossos alunos cresce em conjunto.


Espero poder contribuir cada vez mais para a construção biopsicossocial de cada aluno que passar pela gente e proporcionar aos psicólogos uma boa experiência, assim como eu tenho vivido desde 2018, quando aceitei o convite da Ari para conhecer a Soul Bilíngue.


126 visualizações0 comentário