Jovem que ensinou educação financeira para jovens da ONG viaja para o Havaí nesta sexta (30)

Da periferia do Grajaú, em São Paulo, é a primeira vez que Sara dos Anjos viaja de avião

As ilhas havaianas já podem esperar a presença da estudante de economia Sara dos Anjos, de 21 anos. A jovem embarca para Honolulu, no Havaí, na próxima sexta (30). Aluna do segundo semestre de 2021 da Soul Bilíngue, ela ficou entre os mais bem colocados do ranking da edição e será a segunda jovem embaixadora a estudar na escola parceira IIE Hawaii.


Sara mora no Grajaú, na zona sul de São Paulo. Os pais dela são do interior de Minas Gerais, mas foram morar em São Paulo 30 anos atrás. Sua mãe, Maria da Consolação dos Anjos Silva, é dona de casa e o pai, Reginaldo Gomes Silva, trabalha com construção civil.


Em fevereiro deste ano, Sara compartilhou seus conhecimentos na área de finanças com jovens ONG que buscam se organizar para o intercâmbio. Para isso, ela conduziu um quadro sobre educação financeira no Instagram da Soul Bilíngue, onde gravou sequência de vídeos com as temáticas como finanças pessoais, reserva de emergência, renda fixa e variável, como conseguir renda extra, entre outros. Confira aqui.


Sara estudou a vida inteira em escola pública do bairro do Grajaú e, assim como a maioria dos jovens da Soul Bilíngue, o sonho do intercâmbio parecia distante.


“Entrei na Soul Bilíngue porque queria melhorar meu inglês. Quando descobri sobre a bolsa, foi como um bônus. Eu sempre quis realizar intercâmbio, tentei várias bolsas porque minha realidade não permitia pagar por um”, explica Sara.


Além de conseguir a bolsa de intercâmbio, o programa impactou a vida profissional da jovem. O inglês desenvolvido na organização resultou em promoção no seu emprego. Para Sara, o intercâmbio será mais um ponto de impulso na vida.


“Tenho certeza que melhorar o inglês contribuiu muito no meu trabalho. E acredito que intercâmbio impactar ainda mais as portas para a minha vida profissional”.


O intercâmbio de Sara será um misto de primeiras vezes. Ela é a primeira da família a realizar uma viagem de avião e internacional. Além disso, a jovem fala sobre ser referência para sua família e pessoas quem vem da mesma realidade que ela.


“Realizar esse sonho era distante antes da Soul. Hoje me vejo no lugar de responsabilidade, sendo uma mulher negra e periférica, quero ser referência para outros como eu, mas não quero ser a única”, diz Sara.


Desde que garantiu a bolsa, Sara já sonhava com o intercâmbio no Havaí. Quando teve o visto aprovado foi uma sensação de alívio.“Já estou planejando muitos passeios, quero nadar com golfinhos e ir a muitas praias. Mas o meu lema para a viagem é: viva cada dia e cada momento”, finaliza a jovem.


61 visualizações0 comentário