top of page

Jovem ganha festa com tema Irlanda por conquista de bolsa na Soul Bilíngue

Atualizado: 22 de mai.

Gabriela Nascimento, de Suzano (SP), tem 22 anos e viaja este mês para estudar inglês por 4 semanas na Cork English College (CEC)


Gabi e os pais Maria e Ivan, pessoas fundamentais na conquista da jovem

A jovem embaixadora da Soul Bilíngue, Gabriela Nascimento, de 22 anos, ganhou uma festa com o tema “Irlanda” para comemorar o intercâmbio de um mês em Cork, com a escola Cork English College (CEC), localizada no Sudoeste do país irlandês. Gabi tem 22 anos, é de Suzano (SP), viaja este mês para realizar o sonho de estudar fora. Será a primeira vez dela num aeroporto, num avião e no exterior.


Ela foi uma das primeiras colocadas do game Soul Bilíngue em 2022 e classifica a viagem como uma conquista coletiva que teve com o apoio de muita gente que quer vê-la alcançando os objetivos de vida.


"Estou muito feliz, representa muito pra mim, para os meus pais nordestinos que não conseguiram estudar, mas me proporcionaram o apoio necessário pra que eu fizesse isso por eles", conta.


Ivan, pedreiro, e Maria, manicure são imigrantes nordestinos que vieram ao Sudeste em busca de mudança de vida. Na festa, pousaram orgulhosos com a filha.


"Nunca pisamos num aeroporto. A expectativa (pela viagem) é uma mistura de muita animação, vontade de viver tudo e muito medo - o que faz parte. O fato em si já é muito incrível”, completa.


A FESTA

A festa era uma ideia antiga, mas foi ficando para trás pela necessidade de focar recursos financeiros na preparação da viagem.


“Gostaríamos de ter feito desde o começo, mas desisti. Este ano, na Páscoa, uma tia retomou essa ideia. Naquele esquema coletivo em que cada um contribui um pouco, fiz um café da tarde com meus amigos e faremos outra celebração com a família”, diz.



GABI NA SOUL

Gabriela é uma das mais de 3 mil pessoas atendidas pelo game Soul Bilíngue e uma das 100 ganharadoras de bolsas. Sobre a jornada na ONG, lembra carinhosamente do contato com os mentores voluntários Robson Janio Souto, o Janinho, e Elisangela Picolo.


"A conexão com meus mentores foi além das aulas. Conseguimos construir uma boa relação, falar sobre contextos pessoais e profissionais de forma orgânica. Além disso, desfrutamos de um ambiente em que ambos conseguiram passar seus conhecimentos dentro do que gostavam de falar e eu pude aprender coisas novas em novos contextos e isso também aconteceu com eles, tendo em vista as inúmeras frases que eu criava para explicar minha rotina. Sinto muita falta deles, são pessoas especiais que levarei para sempre".


POR UM BRASIL BILÍNGUE

Para mudar a história de vida de mais pessoas como a Gabi, a Soul Bilíngue depende de doações financeiras. Seja parte dessa mudança contribuindo com qualquer valor à campanha Por um Brasil Bilíngue, iniciativa que fortalece a chegada do game a todas as regiões do País, em 2025. Doe aqui.




82 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page